domingo, 25 de outubro de 2009

Sem título

Domingo.
Mais ou menos 5 e meia da tarde.

Aos meus amados primos que se foram por escolha (?), Roberto e Neco, eu tenho só uma coisa a dizer: amava profundamente vocês e entendo a dor que os levaram a este ato último.


A vida é meio selvagem. Não, não. Não escolhemos todos os nossos caminhos. Muito ingênuo ou, no mínimo, superficial quem acha que somos donos da nossa vida o tempo todo.


Longa vida aos imbecis e maledicentes – não sou eu quem deseja, mas a vida é que os dá vida longa, irônica e calculadamente. Na falta de sensibilidade ou alguma inteligência, têm que viver muitos dias vazios e vãos, e briguentos, e infernais. Nem assim eles aprendem. O que querem, quiçá o saibam, jamais o terão. Por que a vida... ah!, a vida não é feita de recomendações. Ela surpreende. E pobre daqueles que
jamais terão olhos ou coragem para as coisas além de suas estreitas viseiras.

Grandes os que enxergam o mal do mundo e, de alguma forma, lutam seus poucos dias por causas nobres para os que ainda virão terem mais vida.
Poucos. Muito poucos estes grandes.


Existem situações em quais somos atirados. Podem, sim, serem conseqüências de escolhas erradas. Mas as escolhas foram sempre feitas com a melhor das intenções.

Sim, sempre boas intenções.

Que não me maldigam os pequenos de coração, porque estes não sabem da minha vida. Antes só me cumprimentam por pura convenção imposta pelas regras pobres e questionáveis que aprenderam.

Não. Não quero mais cinismos e falsos bem querer.
Antes, quero uma vida limpa. Limpidamente impura e fora dos padrões podres e convenientes a um mundo curto.
Vida com ideais de vento... mas antes ideais de vento que dias rotineiros e medíocres que nada acrescentam a ninguém, a não ser às próprias gulas.

Posso ser fora dos padrões... mas, não ligo. Porque sei que somos feitos de estrelas. E isto me basta.
E "guardo todo o sentimento do mundo".

Ponto.

Um comentário:

  1. Marcelo de Queiroz28 de outubro de 2009 10:23

    Escrever é uma terapia!!
    Escreva sempre que sentir vontade, pois alivia a alma e organiza as idéias!
    Não se importe se vão ler, concordar, interagir... escreva pra você e escreva sempre!

    Parabens!!

    Bjs

    ResponderExcluir